Quer se hospedar nessas casas literalmente pé na areia? Veja preço da diária

O projeto de arquitetura Casas na Areia, em Comporta, Portugal, inclui três casas literalmente pé na areia. Do arquiteto Manuel Aires Mateus, o projeto nascido em 2010 chegou a representar Portugal na Bienal de Veneza no mesmo ano e hoje se tornou um hotel pequeno e bem diferente.

Veja também

Casa na areia

Casa na areia

A região, conhecida como Sado, é uma reserva natural conhecida por suas praias de areia branca e vida selvagem rica, com presença de flamingos e golfinhos, entre outros animais. O objetivo dos idealizadores é redescobrir a alma dessas construções antigas, respeitando as tradições locais. Quatro casas foram feitas: duas de madeira e palha e outras duas em concreto.

Casa na areia

Casa na areia

As quatro casas podem ser locadas separadamente ou todas juntas. Na alta temporada, a diária custa 700 euros (cerca de R$ 2.700) e a reserva é feita por no mínimo uma semana. Já na baixa temporada, a diária abaixa para 600 euros com o mínimo de três dias para reserva. Café da manhã, limpeza e o uso de quatro bicicletas estão inclusos.

 Casa pé na areia

Casa pé na areia

Casa pé na areia

Casa pé na areia

arrow