O Empire State Building é reimaginado em 9 estilos arquitetônicos diferentes

A icônica torre de Nova York tem representado o Art Deco desde que foi inaugurada, em 1931, mas qual outro estilo ela poderia ter?

Com impressionantes 102 andares e mais de 380 metros de altura, o Empire State Building, na ilha de Manhattan, mudou definitivamente a paisagem local, quando foi inaugurado em 1931.

Enquanto outras torres cresceram muito mais altas, ele ainda é uma obra icônica do horizonte de Nova York. A estrutura de aço revestida de calcário se tornou um símbolo Art Deco por quase 90 anos, mas como seria se o Empire State Building tivesse um estilo diferente? Os designers da NeoMam imaginaram algumas alternativas em um post para o HomeAdvisor. Vamos conferir:


Romano antigo

Colunas já foram uma necessidade estrutural antes de se tornarem uma mera escolha estética. A arquitetura romana era, na verdade, o mais progressivo dos estilos clássicos, o primeiro a usar arcos como suportes para estruturas, mas essas colunas deram à arquitetura romana seu símbolo maior

Renascentista

Popular no início do século 15, o estilo renascentista remetia ao clássico romano, em que arcos arredondados e cúpulas eram obrigatórios

Gótico

Os franceses foram pioneiros da arquitetura gótica por volta de 1140. Os arcos pontiagudos e as abóbadas – encontrados de Notre-Dame em Paris à Abadia de Westminster em Londres – dão a esse estilo europeu uma aparência distinta. Mesmo os mais leigos podem facilmente apontar

Art nouveau

No final de 1800, o uso de vidro e ferro forjado assumiu novas formas em toda a Europa e nos Estados Unidos, permitindo linhas curvas e formas elaboradas inspiradas pela natureza. Antoni Gaudi fez Art Nouveau brilhar em Barcelona, ​​onde você pode encontrar muitos exemplos do estilo.

Japonês tradicional

Na verdade, a criação do Empire State Building em estilo tradicional japonês nos anos 1930 pode seria impossível, e ainda pode ser hoje

Pós-moderno

Claro, o surto pós-moderno só se instalou na década de 1960, depois da construção do Empire State Building, mas se o estilo tivesse surgido algumas décadas antes, o que poderíamos ter visto?

Arquitetura brutalista

Aproveite todo o concreto que você pode no estilo brutalismo. Amplamente popular para grandes espaços, como estádios e áreas de reunião pública, as estruturas de concreto parecidas com fortalezas eram práticas para construir na década de 1950.
Aproveite todo o concreto do estilo brutalismo. Amplamente popular para grandes espaços, como estádios e áreas de reunião pública, as estruturas de concreto parecidas com fortalezas eram práticas para construir na década de 1950

Desconstrutivismo

Pode ter sido difícil tomar um prédio de 102 andares e desconstruí-lo. Normalmente, o estilo de arquitetura desconstriccionista, como o Museu Guggenheim de Bilbao, na Espanha, adotou o conceito de estrutura consistente e organizada e virou de cabeça para baixo.
Pode ser difícil tomar um prédio de 102 andares e desconstrui-lo. O estilo de arquitetura desconstrutivista, como o Museu Guggenheim de Bilbao, na Espanha, adotou o conceito de estrutura consistente e organizada e a virou de cabeça para baixo

Ecologicamente correto

Materiais naturais e reciclados misturam-se com recursos renováveis ​​para criar uma nova abordagem dos espaços construídos. Tendência em alta em grandes capitais pelo mundo, inclusive São Paulo
arrow