5 erros que você está cometendo na hora de plantar tomates. Evite esses problemas e tenha uma colheita abundante! -

5 erros que você está cometendo na hora de plantar tomates. Evite esses problemas e tenha uma colheita abundante!

Erros que você pode evitar na hora de plantar tomates. Foto: Markus Spiske

Os tomates são deliciosos e versáteis, o que os torna um vegetal favorito entre os jardineiros caseiros. Mas, embora “os tomates sejam algumas das plantas mais gratificantes de se cultivar, eles também podem ser algumas das mais desafiadoras e confusas”, admite Levi Gardner, professor de estudos ambientais da Grand Valley State University, nos Estados Unidos, e co-diretor executivo da Urban Roots, uma fazenda comunitária sem fins lucrativos com sede em Grand Rapids, Michigan, e um centro educacional.

Se você puder aprender com seus erros, no entanto, poderá cultivar os tomates deliciosos que deseja. “Aprender a verdadeira natureza dos tomates, bem como como cuidar deles, pode tornar seu cultivo infinitamente mais gratificante”, diz Gardner. Para ajudar, aqui estão cinco erros comuns que as pessoas cometem e que você deve evitar:

Erros que você pode evitar na hora de plantar tomates. Foto: Markus Spiske
Erros que você pode evitar na hora de plantar tomates. Foto: Markus Spiske
1. Não plante-os cedo demais

“Não importa de onde você obtenha suas mudas, é fácil querer colocar a planta imediatamente no solo”, lamenta Gardner. Antes de fazer isso, diz ele, é importante fortalecer a planta. “Como as plantas provavelmente estiveram em um ambiente controlado por toda a vida, elas precisam ser lentamente apresentadas aos elementos externos – dando-lhes a oportunidade de se adaptarem ao estresse do vento, chuva e temperaturas variáveis ​​que vêm com a ausência de uma estufa”, explica Gardner. O processo de fortalecimento leva de uma a duas semanas – e você pode fazê-lo deixando sua planta de tomate do lado de fora por uma hora no primeiro dia, duas no segundo dia e assim por diante, “até que a planta tenha se ajustado”, instrui Gardner.

Veja também:
2. Plante as raízes profundamente

Seu tomate ficará melhor plantado profundamente no solo, mas muitos jardineiros domésticos plantarão apenas alguns centímetros abaixo da superfície, diz Gardner. “Se a planta em sua forma de muda tiver mais do que alguns centímetros de altura, podar várias folhas e plantá-las bem fundo”, diz ele. “Se você olhar de perto, o caule tem pequenos pêlos de raiz que, se enterrados, começarão a lançar novas raízes.” Na verdade, Gardner normalmente enterra todas as hastes de suas plantas, exceto a metade. “Isso ajudará na transição de seu vaso e também estabelecerá um sistema radicular muito mais forte e resistente”, ele promete. Como ponto de referência, em uma planta de 30 centímetros, ele sugere enterrar de 15 a 20 centímetros da planta.

3. Use um apoio para ela se agarrar

Toda loja de ferragens e jardinagem vende gaiolas de tomate, mas Gardener diz que elas simplesmente não funcionam. “Apesar do senso comum, os tomates são vinhas, não arbustos”, explica ele. “E assim, embora as gaiolas de tomate pareçam uma boa ideia, uma vez que as videiras começam a dar frutos de uma forma significativa, muitas vezes sobrecarregam o frágil caule – e acabam caindo no chão.” Em vez disso, Gardner recomenda o uso de um sistema de arame pendurada que também pode ser encontrada em alguns centros de jardinagem. “Essas estratégiasexigem mais infraestrutura e custo, e um pouco mais de conhecimento inicial, mas as recompensas de tomates grandes e suculentos absolutamente valem a pena”, diz o profissional.

4. Podar suas plantas

“A poda de tomates pode parecer uma tarefa estranha, mas para a maioria das variedades indeterminadas, na verdade resultará em mais e maiores frutas”, diz Gardner. Ele explica que, à medida que os tomates crescem, eles produzem muitos novos brotos – chamados também de rebentos – que, se não forem podados, podem levar a um número desproporcional de hastes sem frutos. “Se você não manejar esses novos brotos, pode acabar com uma planta inteira de rebentos sem frutos”, diz ele. “A poda pode garantir que haja uma boa proporção de crescimento vegetativo e reprodutivo – relação folha/fruto – e a planta está fotossintetizando no seu melhor.”

5. Siga a rotina correta de pesticidas

Todos os pesticidas orgânicos não são criados iguais. Gardner sugere o uso de produtos orgânicos para garantir que o que você comprou pode ser usado sem riscos à saúde. Em seguida, Gardner recomenda adicionar um óleo de nim orgânico concentrado à sua rotina de pesticidas. “Os tomates são altamente suscetíveis à ferrugem e à lagarta do tomate”, diz ele.

Veja também:

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site www.decorstyle.ig.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada







arrow