Os designers de interiores passam a vida estudando os pequenos detalhes que tornam um ambiente perfeito. Assim como um filme lindamente dirigido, uma sala de estar bem decorada é ao mesmo tempo envolvente e impressionante, familiar e segura. E às vezes, o que está errado em nossas próprias salas pode ser difícil de identificar.

Portanto, para dar alguma luz sobre os erros mais comuns de design de sala de estar que podem estar afetando nossos espaços, conversamos com especialistas.

O espaço dos seus sonhos pode não estar tão fora de alcance se você considerar os erros mais comuns na decoração da sala de estar:

Veja também:
1 Selecionando o sofá errado

Os designers concordam: uma ótima sala de estar começa com um ótimo sofá. “Muitas vezes eu venho em uma casa e os donos têm bom gosto, mas eles já têm um sofá que querem trabalhar”, explica a estilista e apresentadora de TV Emily Henderson. “Eles não querem substituí-lo porque não é tão antigo e eles não fazem questão. Eu tive que dar a notícia repetidamente que com um sofá como aquele, eles nunca conseguiriam o ambiente que desejam”, diz Henderson.

David John Dick da DISC Interiors concorda: “Ouvimos repetidamente de nossos clientes que o sofá que eles compraram no passado não era confortável ou era muito grande (ou muito pequeno) para o cômodo. Em salas de estar, um bom sofá é chave para o conforto, mas também é fundamental para a sensação e aparência de uma sala.

“Preste atenção à altura do assento do sofá (um assento baixo é difícil de entrar e sair) e faça uma planta dos móveis antes de comprar. “Comprar por impulso é ótimo para acessórios e mesinhas laterais, mas nunca para um sofá, pois pode ser um erro muito caro”, diz Dick.

2 Caindo no visual do showroom

Outro erro que assola as salas de estar em todos os lugares, de acordo com a arquiteta Elizabeth Roberts, de Nova York, é a “sensação de showroom”. Em outras palavras, um cômodo que parece ter sido comprado na mesma loja. “É importante para nós misturar elementos novos e vintage para criar um ambiente interessante, eclético e individualizado”, diz ela. “Amamos a pátina dos móveis vintage, especialmente combinados com estofados modernos”, diz Dick.

3 Planejando mal o seu layout

Embora possa ser tentador empurrar um sofá contra a parede de frente para o suporte de TV, Roberts nos lembra que o planejamento de um ótimo layout para a sala de estar envolve mais coisas. “É importante considerar e criar grupos de conversação, especialmente se a sala for longa e estreita como muitas casas geminadas e lofts”, diz ela.

4 Não misturando períodos e estilos

De acordo com Dick, “muitas vezes as pessoas se sentem encaixotadas e limitadas pela arquitetura de sua casa e selecionam os móveis com base na arquitetura e no período de tempo. Nossa solução é misturar estilos de móveis com estilo de arquitetura”. Em uma casa na Geórgia, a empresa de design mesclou móveis contemporâneos com sancas tradicionais, tapetes marroquinos antigos, bancos com contas africanas e arte contemporânea. “Adoramos recuperar e retrabalhar peças vintage e misturá-las com sofás personalizados para que a sala de estar pareça atemporal e acessível”, acrescenta.

5 Esquecendo de Medir

Roberts tem um truque indispensável para combinar períodos e estilos: “Ao misturar elementos novos e vintage, preste atenção às alturas dos móveis, pois os móveis tradicionais costumam ser mais altos do que as peças modernas.”

6 Escolhendo uma mesa de centro desproporcional

Há muito mais para escolher uma mesa de centro do que ir até sua loja de artigos domésticos favorita e escolher uma por capricho. Deixe seu estilo de vida e funcionalidade (adequado para crianças, armazenamento para controles remotos?) guiarem os materiais, altura, comprimento e espaço livre necessários para garantir que sua mesa de centro esteja em harmonia com sua sala de estar.

Veja também:

Foto: DONNA DOTAN; DESIGN: WORKSHOP APD

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br