A melhor tinta para reforma de móveis: descobertas infalíveis para madeira, plástico e muito mais -

A melhor tinta para reforma de móveis: descobertas infalíveis para madeira, plástico e muito mais

Se você resgatou uma mesa ou cômoda de madeira em boas condições que foi jogada no meio-fio – com um arranhão aqui, uma lasca ali, talvez um pouco manchada – nós conhecemos a sensação. Mas não ceda à derrota: uma nova camada de tinta pode transformá-la instantaneamente.

“O poder da tinta não é brincadeira; você não pode subestimar ”, diz Brady Tolbert, diretor criativo da Bobby Berk, que conseguiu enganar os visitantes fazendo-os pensar que sua prateleira era feita sob medida, tudo graças a uma lata de tinta spray de R$ 30. Não importa o material, encontramos a melhor tinta para móveis que fará seu próximo projeto DIY parecer profissional.

Foto: Divuilgação/Annie Sloan
Algumas coisas para manter em mente
Tipo de tinta:

Látex (também conhecido como acrílico) é uma das opções de tinta de móveis mais populares, e por um bom motivo: é acessível e possui uma ampla gama de cores. Mas quando se trata de áreas de alto contato, como armários e cadeiras, India Shannon, do Apt 528, EUA, recomenda algo mais durável, como uma tinta à base de óleo.

Veja também:

“É mais resistente do que o látex e, por ser à base de solvente, você pode lavar e esfregar mais”, explica ela. No entanto, você deve abrir todas as janelas enquanto aplica ou levar seu projeto para fora de casa. Se você está em busca de um versátil, tinta de giz – não, não o material de suas salas de aula de infância – pode ser a melhor aposta. É uma opção fosca à base de água leitosa que pode ser aplicada a praticamente qualquer superfície de mobiliário com pouca ou nenhuma preparação.

Preparação e primer:

“Preparar é a minha coisa menos favorita”, revela Shannon – e felizmente nem sempre é necessário, dependendo do material. Para determinar se você precisará pegar uma lixa, álcool ou primer, verifique cuidadosamente se a superfície é lisa e não se esqueça de limpar a poeira ou detritos. “O trabalho de preparação consiste em dar à tinta uma superfície limpa para aderir”, diz a DIYer Carrie Spalding, da Lovely Etc. É um passo a mais, mas garante que tudo grude e, no caso da madeira, evita que as cores mais claras e o branco amarelem com o tempo.

Acabamento:

Confie: é uma experiência dolorosa lixar e pintar uma peça de mobiliário e depois vê-la lascar em algumas semanas. Escolher o acabamento correto é essencial. Os especialistas dizem que é melhor selecionar uma opção brilhante, como semigloss, ou considerar uma laca ou lacre de cera no final para proteção extra contra desbotamento, manchas e outros sinais de desgaste. Evite tintas acrílicas; devido à sua baixa proporção de resina para pigmento, não é tão durável. Se você realmente não suporta um brilho acetinado, considere a tinta de giz. 

Veja também:

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada







arrow