Aprenda 5 maneiras diferentes de usar azulejo em toda a casa -

Aprenda 5 maneiras diferentes de usar azulejo em toda a casa

Um dos materiais de construção mais antigos, o azulejo tem o potencial de transformar qualquer ambiente – assim que você perceber o quão versátil ele pode ser.

As pessoas convencionalmente pensam em azulejos como algo perfeito para o backsplash da cozinha ou para o banheiro, uma escolha puramente funcional, mas existem tantas outras maneiras de usá-lo em casa.

+ Azulejo branco: revestimento é um clássico que sempre está em alta

+ 5 dicas para te convencer que o ‘azulejo de metrô’ é o melhor revestimento

+ 10 ideias contemporâneas para modernizar seu banheiro

Imagens: Reprodução/Food52

O azulejo permite que você brinque com a textura, o que significa que você está brincando com a luz. Com os ladrilhos feitos à máquina, cada um tem a mesma cor exata, então você tem a opção de criar uma aparência uniforme, muito limpa e utilitária.

Com azulejos feitos à mão, você tem uma variação inerente ao processo de fabricação, resultando em pequenas diferenças na forma e no esmalte – o que pode tornar a instalação um pouco mais complicada, mas resulta em uma superfície mais interessante.

Azulejo não é algo que você pode ou deve jogar fora a cada dois anos. Bem feito, ele deve se envolver com a arquitetura de um edifício, situando-se entre a função e a decoração – ele precisa ser parte integrante do design.

Escolher azulejos – especialmente os feitos à mão – é uma referência ao passado e um compromisso de se conectar com ele. Repensar suas possibilidades pode ser muito divertido.

Aqui estão algumas sugestões de usar o azulejo inesperadamente em casa:

1. Pense grande, pense diferente.
Imagens: Reprodução/Food52

Estenda um padrão de azulejos grandes até o teto em um backsplash: pode tornar um espaço pequeno muito mais grandioso e maior. Projetado dessa forma, o ladrilho parece fazer parte da arquitetura, não apenas um elemento de superfície.

2. Crie unidade.

Usado em áreas onde o interior se encontra com o exterior, o ladrilho pode confundir os limites e criar unidade em um cômodo. Neste espaço, paredes brancas e muito branco no padrão de azulejos criam um fluxo contínuo em toda a sala externa.

3. Preste atenção ao rejunte.

Se o espaço exige um padrão gráfico forte, escolha um rejunte que seja tão leve e de alto contraste possível.

Um que contrasta com o azulejo, como o mostrado acima, significa que o padrão e a forma dos ladrilhos irão predominar. Enquanto se você usar um mais próximo do esmalte, você terá um padrão mais sutil que enfatiza a textura em vez do padrão.

4. Repense o branco.

O branco não é enfadonho, o branco não é frio. Ao combinar tons de branco, especialmente quando você usa ladrilhos artesanais, você pode criar um espaço que é enxuto e mínimo, ou surpreendentemente rico e quente, como você pode ver no banheiro acima.

5. Crie textura.

Então, se você quiser brincar com as noções convencionais do que é o ladrilho – plano, perfeitamente reflexivo, uniforme, funcional – considere o uso de um artesanal com linhas mínimas de rejunte, como nesta instalação. Por fim, o efeito é sofisticado e artístico, refletindo perfeitamente a comida e os valores do restaurante, e seria ótimo também em uma cozinha doméstica.

Quer ver mais notícias como essa? Então, confira outras matérias nossas:

+ Cozinha vintage: dicas para investir nesse estilo de decoração

+ Como escolher acabamentos de pisos e paredes?

+ As 5 principais dúvidas sobre porcelanato: veja aqui as respostas

+ Este hotel tem um telefone de emergência só para pedir champagne






arrow