Artista cria cenas arquitetônicas bizarras e explora o 'absurdo da vida' em fotos -

Artista cria cenas arquitetônicas bizarras e explora o ‘absurdo da vida’ em fotos

O fotógrafo Frank Kunert explora o “absurdo da vida” através de suas cenas arquitetônicas meticulosas com um toque especial.

Em princípio, as miniaturas artesanais do artista alemão recriam cenas arquiteônicas aparentemente normais que, após uma inspeção mais aprofundada, revelam um cenário surreal.

Um lugar ao sol imagina vizinhos em uma luta pela luz do dia

Em Under The Bridge, uma coluna estrutural foi convertida em uma pequena casa e, em Climbing Holidays, das ideias arquiteônicas, surgiu um motel à beira da estrada é acessível apenas por um pilão cheio de degraus.

“Tudo começa com uma ideia que lida com o absurdo da vida”, disse Kunert.

Veja também:

Climbing Holiday apresenta um hotel que precisa ser escalado

“Essas ideias se desenvolvem ao brincar com palavras e frases. A comunicação e as maneiras, às vezes bastante estranhas, de como as pessoas lidam umas com as outras é um tópico sem fim no meu trabalho”, acrescentou.

Uma casa funciona como coluna de estrutura em Under the Bridge

Veja também:

Então, Kunert encontra comédia exagerando as indignidades da vida urbana por seus modelos, que ele produz a partir de materiais do cotidiano.

Em One Bedroom Apartment, uma porta se abre para uma casa do tamanho de um armário com um colchão inclinado em um vaso sanitário, enquanto uma varanda fofa com árvores e um guarda-sol se projeta incongruentemente do lado de uma estação de energia que arrota a poluição no Small Paradise .

Apartamento de um quarto zomba com micro casas

No entanto, para um lugar ao sol, ele usa varandas para ilustrar a vida dos que têm e dos que não têm, onde um novo empreendimento reluzente tem um terraço ao ar livre que oscila sobre a varanda do seu vizinho, embaixo, bloqueando a luz.

Veja também:

Uma varanda é um oásis de verde em Small Paradise

Além disso, ele zomba da cultura também, colocando uma galeria de arte contemporânea em um edifício brutalista e com degraus da frente que terminam no ar, completamente inacessíveis. Por isso, ele deu a esta peça o título explícito de At A High Level.

É difícil ter acesso a arte – literalmente – numa das cenas arquitetônicas bizarra de Kunert

“Espero que o espectador se divirta, mas também sinta a melancolia dos meus trabalhos e a ambivalência da vida, a comédia e a tragédia do nosso chamado mundo civilizado”, disse Kunert.

Veja também:

Uma das ideias arquitetônicas de quarto perfeito com vista durante a pandemia

Seu trabalho mais antigo, Privacy, assumiu um novo significado no contexto de hoje

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site www.decorstyle.ig.com.br

Veja também

+ Mudaram as regras para compra de carro para PCD; veja como ficou

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ 20 passos simples para dar uma cara nova para sua casa

+ Você acha Gracyanne Barbosa sarada? É quer nunca viu a médica Chinesa Yuan Herong

+ Relógio de R$ 3 milhões de Faustão é inspirado em supercarro da Bugatti; veja

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Enio Mainardi, publicitário e pai de Diogo Mainardi, morre de covid-19

+ Quarto feminino: 6 dicas que você precisa saber antes de planejar o seu

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo




arrow