Cidade flutuante: Coreia do Sul aprova projeto para bairro resistente a inundações. Saiba mais! -

Cidade flutuante: Coreia do Sul aprova projeto para bairro resistente a inundações. Saiba mais!

Projeto de cidade flutuante na Coreia do Sul é aprovado. Fotos: Divulgação/ BIG

A cidade sul-coreana de Busan tem planos para um novo e ambicioso assentamento oceânico, com o trabalho no primeiro bairro programado para começar este ano.

Composta por uma série de plataformas interconectadas, a proposta “cidade flutuante” poderia acomodar 10.000 pessoas, de acordo com seus projetistas, oferecendo às áreas costeiras uma solução drástica para a ameaça representada pelo aumento do nível do mar.

Projeto de cidade flutuante na Coreia do Sul é aprovado. Fotos: Divulgação/ BIG
Projeto de cidade flutuante na Coreia do Sul é aprovado. Fotos: Divulgação/ BIG

O projeto Oceanix, uma colaboração entre designers, arquitetos e engenheiros, revelou planos para uma cidade “à prova de enchentes” em 2019 – e os organizadores desde então procuram um lugar para construir protótipos.

Veja também:

No fim do ano passado, o grupo assinou um acordo com Busan e UN-Habitat, agência de desenvolvimento urbano das Nações Unidas, para sediar o primeiro de seus bairros flutuantes na costa da Coreia do Sul. Pré-fabricadas e depois rebocadas, as plataformas das cidades flutuantes subirão e descerão com o mar. Cada um dos bairros de cinco acres foi projetado para abrigar 300 pessoas em prédios de até sete andares.

Em última análise, essas comunidades poderiam ser organizadas em redes maiores, conectadas por meio de passarelas e ciclovias. De acordo com o Bjarke Ingels Group (BIG), a empresa de arquitetura dinamarquesa que lidera o projeto, os bairros podem ser agrupados em torno de um porto central para formar aldeias maiores de 1.650 pessoas.

Veja também:

Essas aldeias poderiam então, em teoria, se unir para formar uma metrópole mais ampla de 10.000 pessoas – apelidada de Oceanix City – completa com tudo, desde restaurantes e espaços de trabalho a fazendas urbanas e instalações de lazer.

A costa sul da Coreia do Sul, onde Busan está localizada, é considerada especialmente vulnerável ao impacto do aumento do nível do mar. O Greenpeace Coreia alertou no ano passado que a famosa praia de Haeundae da cidade poderia desaparecer até 2030, de acordo com relatos da mídia local. E o impacto já está sendo sentido – um estudo da revista Sustainability descobriu que a cidade sofreu danos de inundações piores do que em qualquer outro lugar na Coreia do Sul nos 10 anos até 2020.

Fonte: CNN Style

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br






arrow