Quem acompanha as tendências na arquitetura já percebeu que o efeito de cimento queimado e concreto aparente ganharam espaço na decoração. Inclusive, muitos apartamentos são entregues pela construtora com esses elementos em destaque na planta do imóvel.

E se antes o cimento queimado e o concreto aparente poderiam ser considerados como algo inacabado, atualmente se configura em projetos de alto padrão.

Em linhas gerais, assim como o concreto aparente, o cimento queimado pode compor projetos pautados em décor industrial, contemporâneo, rústico e retrô, dentre outros.

Mas são nos detalhes que detectamos as diferenças: embora possuam aparência similar, o concreto está mais voltado para ambientes com características mais brutalistas e urbanos, uma vez que suporta mais carga e demanda baixa manutenção.

Veja também:

“A superfície do concreto é bastante resistente e o acabamento mais rústico”, diz o arquiteto Bruno Moraes.

Por sua vez, o cimento queimado conta com um melhor custo-benefício, sendo abundantemente empregado em projetos residenciais para revestir pisos e paredes.

Como combinar cimento queimado e concreto aparente com outros elementos