Como escolher um ar condicionado? Aproveite o fim do inverno para investir no aparelho -

Como escolher um ar condicionado? Aproveite o fim do inverno para investir no aparelho

Não tem estação mais propícia para a instalação do ar condicionado do que no inverno. É quando os produtos registram preços mais atrativos nas lojas especializadas e de varejo, bem como o tempo certo para comandar uma reforma antes da chegada dos dias mais quentes do ano.

Quem se arriscar em pesquisas na internet, vai perceber a variedade de marcas e quantidade de modelos que disponíveis no mercado.

Além disso, um dos pontos de diferenciação está na quantidade de BTU e, automaticamente a dúvida vem à tona: o que isso significa? Sigla para British Thermal Unit (ou unidade térmica britânica, em português), as três letras se referem à potência de refrigeração de seu ar condicionado.

Veja também:

“As variáveis que interferem nessa conta são a quantidade de pessoas que utilizam o cômodo, a metragem do cômodo, incidência do sol e o número de equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos que constam no espaço”, revela o arquiteto Bruno Moraes.

Ar-condicionado Split (Hi Wall) instalado na parede da TV no home theater | Foto: Luis Gomes

Modelos e tipo de instalação

tipo de instalação também é determinante para a definição do modelo mais adequado para o ambiente. Os modelos de parede, por exemplo, pedem infraestrutura como drenos e canos de cobre ligados até a condensadora. O split é um dos modelos mais conhecidos e é composto por duas máquinas: a unidade evaporadora e a condensadora, uma infraestrutura que demanda uma reforma e o olhar de um profissional especializado para comandar essa instalação.

“A condensadora fica do lado de fora e por ela passam duas tubulações de cobre até alcançar a unidade evaporadora, além de um dreno para o escape de água”, explica o arquiteto.

Neste apartamento há um sistema Split, Cassete de uma via, no teto | Foto: Luis Gomes

Entre os modelos de ar condicionado de parede, Bruno recomenda o ‘Inverter’, que contribui para a economia de energia elétrica – uma grande preocupação para quem sonha com equipamento como esse.

Veja também:

“O sistema do ‘Inverter’ conta um inversor no motor para controlar o compressor, resultando na diminuição do consumo de energia. Sempre digo que vale a pena pagar um pouquinho mais caro, pois o custo do aparelho se paga rapidamente. É o conhecido custo x benefício”, equaciona o arquiteto.

Outro ar condicionado bastante tradicional é aquele de janela. Muito utilizado no passado e ainda habitual quando observamos o quadrado sobressalente incluído nas fachadas dos prédios. Por fim, o modelo fica encaixado para o lado de fora e não demanda uma grande reforma para a instalação. Além disso, o sistema é mais simples, costuma ser adotado por não precisar de quebra-quebra para passar o dreno, e não precisar de tubulação de cobre. Mas a facilidade resulta em um porém fundamental: o gasto elevado.

Veja também:

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site www.decorstyle.ig.com.br

Veja também

+ Mudaram as regras para compra de carro para PCD; veja como ficou

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ 20 passos simples para dar uma cara nova para sua casa

+ Você acha Gracyanne Barbosa sarada? É quer nunca viu a médica Chinesa Yuan Herong

+ Relógio de R$ 3 milhões de Faustão é inspirado em supercarro da Bugatti; veja

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Enio Mainardi, publicitário e pai de Diogo Mainardi, morre de covid-19

+ Quarto feminino: 6 dicas que você precisa saber antes de planejar o seu

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo




arrow