Coronavírus: como higienizar a casa em época de pandemia? -

Coronavírus: como higienizar a casa em época de pandemia?

Quando todos ao seu redor estão ficando doentes, higienizar sua casa deve ser uma de suas primeiras atitudes. No entanto, a ideia de esfregar a casa toda parece exaustiva. Mas, temos boas notícias para você: você provavelmente não precisa passar o dia todo desinfectando. Para diminuir o estresse sobre a desorganização da sua casa e aumentar as chances de você se manter saudável, tente a abordagem de “higiene direcionada“.

A poltrona favorita dos anos 70 está de volta

10 cozinhas de madeira cheias de charme

Dois erros na área de jantar que você deve evitar

Parede de duas cores: 12 ideias criativas para te inspirar

A ideia é que nem todos os germes em sua casa precisam morrer. Concentre ou direcione seu poder de desinfecção em áreas com maior probabilidade de transportar vírus e bactérias nocivas e nas áreas em que você tem maior probabilidade de pegar esses vírus e bactérias. Normalmente, são os espaços em nossas casas em que costumamos tocar – chamados superfícies de contato comum ou contato com as mãos, de acordo com a Dra. Elizabeth Scott, professora de microbiologia da Universidade Simmons, em Boston.

Imagens: Reprodução

Scott diz que a maioria dos vírus sobrevive por horas, mas existem bactérias que podem durar vários dias em uma superfície seca. “O risco é que alguém toque inconscientemente nessa superfície e leve as mãos ao rosto e se infectem”, diz ela.

Como os designers do passado pensavam que nossas casas seriam hoje

10 quartos rosa e cinza perfeitamente combinados

Papel de parede: 10 ideias para deixar seu banheiro cheio de cor e poder

Tinta acetinada ou semibrilho? Como escolher o acabamento certo

 

O que são algumas superfícies de “contato manual”?

As maçanetas das portas, as chaves da casa, os controles remotos da TV, os dispositivos eletrônicos (como o celular) e os puxadores das torneiras provavelmente têm uma maior concentração de germes que podem deixá-lo doente. Higiene direcionada significa apenas desinfetar completamente essas áreas, especialmente quando alguém ao seu redor está doente.

O princípio da higiene direcionada vale também para a contaminação cruzada quando você está preparando alimentos, que também podem transmitir patógenos. Por exemplo, se você cortar frango cru em uma tábua, por exemplo, a higiene direcionada significaria desinfetar essa tábua antes de usá-la novamente e lavar as mãos imediatamente antes de tocar em outros alimentos ou comer.

Como praticar a limpeza “higiene direcionada” em casa

Não se trata de limpeza profunda uma vez por semana ou uma vez por mês. Você pode ter seu regime geral de limpeza, mas a higiene direcionada é mais para reduzir o risco de transmissão de infecções – o que significa que tudo depende do que está acontecendo em sua casa. Um membro da família ou colega de quarto com um problema estomacal ou gripe (ou carne crua na sua bancada!) Seria um indício de que é hora de desinfetar essas superfícies de alto contato.

“Se você tem alguém doente em sua casa, a higiene direcionada é algo que você precisa fazer com muito mais frequência, talvez até mais de uma vez por dia.”, diz Scott.

Embora sabão e água sejam um método mais do que eficaz para lavar as mãos (contanto que você esfregue por 20 segundos, de acordo com as recomendações), você precisará usar as grandes armas se quiser evitar espalhar ou pegar doenças. Desinfetantes verdadeiros, como álcool isopropílico 62% ou mais, uma solução diluída de água sanitária ou cloro, são a melhor maneira de impedir a transmissão de doenças em sua casa. Apenas certifique-se de seguir as instruções do produto.

Espelho: 15 dicas para acertar na decoração e na funcionalidade

Dicas para criar um jardim de hortaliças dentro de casa

Casa ecologicamente correta para você construir por até R$ 40.000

Veja mansão de Gisele Bundchen que está a venda por R$150 milhões




arrow