Designer francês cria 3 móveis com várias funções para aproveitar espaço em apartamentos pequenos -

Designer francês cria 3 móveis com várias funções para aproveitar espaço em apartamentos pequenos

O designer francês Gilles Belley fabrica móveis com várias funções em espaços pequenos e para pessoas que mudam de casa com certa frequência.

O enigma perpétuo dos moradores de apartamentos é como usar móveis em espaços minúsculos. Mas talvez estejamos todos fazendo errado – talvez seja sobre pensar nos móveis como um espaço em si e com diversas funções, em vez de algo que colocamos em um espaço. Essa é a proposta do designer parisiense Gilles Belley.

VIA, uma organização francesa que promove o design local, concedeu a Belley uma bolsa para pesquisar e desenvolver peças que refletissem a maneira como as pessoas vivem hoje. O trio de móveis resultante – que Belley chama de “Quartos” – procura oferecer mais flexibilidade em como habitamos nossos domínios domésticos.

Veja também:

O Censo dos EUA estima que as pessoas se modem 11 vezes ao longo da vida, e é provável que nenhum desses espaços seja completamente perfeito. Em vez de tentar moldar móveis para um determinado espaço, por que os móveis não podem agir mais como arquitetura? Essa é a lógica simples por trás dos ambientes de Belley, que são estruturas independentes que não são apenas adaptáveis, mas móveis.

Por exemplo, em vez de uma renovação cara para adicionar um cômodo extra, que tal conseguir uma divisória temporária que faça o mesmo? A parede é uma tela equipada com prateleiras reconfiguráveis, algumas das quais profundas o suficiente para se tornarem uma mesa e… pronto: um escritório quase instantâneo.

Veja também:

Depois, há o Block, que parece um armário de um ângulo, mas na verdade segura uma cama estreita no topo. O espaço de dormir é acessível por uma escada de um lado e uma escrivaninha do outro, tudo em uma pegada que parece ser um pouco maior do que sua unidade de entretenimento comum. 

Por fim, mudando para uma escala muito maior – mais adequada para um loft aberto do que um apartamento compacto – há uma pequena área de trabalho ou área de leitura que é fechada com estantes de livros.

“A ideia é condensar a escala de mobília para incorporar modos de função que se sobrepõem de um cômodo a vários cômodos – colocando espaço para viver nos móveis”, diz Belley. 

Veja também:

Fotos: Colombe Clier via Gilles Belley

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site www.decorstyle.ig.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada







arrow