É por isso que você deve colocar pedrinhas nas suas suculentas! -

É por isso que você deve colocar pedrinhas nas suas suculentas!

Jardins de suculentas devem ter pedrinhas nos vasos. Fotos: Pexels

Jardins de suculentas têm uma série de benefícios, mas as principais vantagens são que elas ajudam os iniciantes a cultivar uma variedade de plantas tanto em ambientes internos quanto externos.

Para ter um jardim de suculentas, você só precisa de um bom vaso e solo para começar, mas muitas delas precisam ter pedrinhas em cima da terra.

+ Cerejeira: dicas para plantar e cuidar dessa árvore encantadora

+ Guia fácil para cuidar das plantas no outono e no inverno

+ Aprenda como ter o melhor solo para cultivar suculentas e cactos 

Jardins de suculentas devem ter pedrinhas nos vasos. Fotos: Pexels
Jardins de suculentas devem ter pedrinhas nos vasos. Fotos: Pexels

Mas, como você pode usá-las para beneficiar suas suculentas? A seguir, especialistas explicam como usar pedrinhas ao montar seus jardins.

Adicione beleza com pedras.

“As pedrinhas são maravilhosas quando usadas como toques decorativos no topo do solo em vasos de jardim”, diz Stephanie Rose, mestre jardineira, herbalista e fundadora da Garden Therapy. Além disso, Isabelle Palmer – designer de jardins urbanos, fundadora do The Balcony Gardener  – observa que usar pedras ou uma cobertura de casca e areia no composto pode criar um acabamento limpo e fresco para seus vasos de jardim.

Palmer recomenda o uso de pedras grandes com bordas arredondadas: “Isso garante um acabamento mais sofisticado – o visual desgastado do mar dá um efeito naturalista aos seus vasos – mas também é moderno”.

Rose também recomenda pedras de rio, já que elas emitem uma vibração inspirada na praia. Seja qual for o seu estilo, as pedras devem estar limpas. “Qualquer pedra pode ser usada desde que lavada e livre de doenças ou pragas que possam se transferir para as plantas”, acrescenta Rose. “As pedras maiores podem ser lavadas no jardim, enquanto as menores podem ser lavadas em um balde ou na pia com um pouco de detergente biodegradável.”

Afaste as moscas.

Se você está em uma batalha constante com moscas, Rose recomenda o uso de pedras como forma de mantê-las sob controle. “Cobrir o solo com uma mistura de areia fina e pedras decorativas para evitar que mosquitos ponham ovos no solo”, ela compartilha. “Em plantas ao ar livre, as pedras podem ser usadas como cobertura para atrair calor no topo do solo, então use-as com plantas que amam o calor (como cactos e suculentas).”

Melhorar a retenção de água.

Palmer também recomenda incluir argila na base de um recipiente. “A barreira de pedrinhas impede a evaporação da água do solo”, explica a especialista. “Eles são uma ótima maneira de absorver o excesso de água em um recipiente, mas também de liberar água quando o vaso está secando. Isso combinado com uma cobertura é uma maneira natural de ajudar no consumo de água de sua planta.”

Garanta uma drenagem adequada.

Jessica Walliser, horticultora, observa que, embora tenhamos colocado cascalho, pedras e cacos de vasos quebrados no fundo de vasos de jardim por gerações, essa prática pode realmente limitar a drenagem — então tenha cuidado com isso. “A água não se move facilmente através de diferentes materiais de textura, então quando você coloca água no topo de um vaso e ela filtra através do solo de textura fina e atinge o cascalho ou pedras, a necessidade de fazer a transição de uma textura para outra serve como um obstáculo ao movimento da água”, explica ela.

Uma boa maneira de evitar esse tipo de problema?

Escolha um vaso com um orifício de drenagem – ou faça o seu próprio. “Use uma furadeira, equipada com uma broca apropriada para qualquer material de que seu vaso seja feito e abra pelo menos um orifício de drenagem na base do pote”, acrescenta Walliser.

Quer ver mais notícias sobre plantas? Confira em nossas matérias:

+ Nova técnica de regar as plantas promete distribuição mais uniforme da água. Veja só!

+ Quando é a hora certa de replantar as flores? Descubra!

+ A maior planta do mundo está na Austrália e é uma alga marinha. Conheça!






arrow