Faxina e desinfecção doméstica na era do coronavírus -

Faxina e desinfecção doméstica na era do coronavírus

A faxina está assumindo um novo significado em 2020, pois todos tentamos manter nossas casas livres de vírus durante a atual pandemia de COVID-19. Grandes partes do mundo estão sob vários níveis de ordens de permanência em casa. E, naqueles lugares que não estão, as reuniões são proibidas, bares e restaurantes são fechados e o distanciamento social é fundamental.

A poltrona favorita dos anos 70 está de volta

10 cozinhas de madeira cheias de charme

Dois erros na área de jantar que você deve evitar

Parede de duas cores: 12 ideias criativas para te inspirar

Mesmo se você estiver em casa, alguém de cada família precisa se aventurar para obter alimentos e medicamentos e, portanto, corre o risco de levar para casa o vírus junto com os mantimentos. Então, o que você deve fazer para manter você e sua família seguros durante esse período estressante? Há muitas informações erradas por aí e as pessoas estão vendendo produtos que podem ser prejudiciais, não úteis. Reunimos as práticas baseadas na ciência que você deve seguir, especialmente porque a prevenção e a desinfecção são atualmente nossas únicas armas contra a transmissão da doença.

Limpeza vs. Desinfecção

Sim, pessoal, há uma diferença e pode ser importante quando se trata de proteção contra o vírus. A limpeza é o processo que remove a sujeira e os contaminantes das superfícies enquanto a desinfecção é o ato de matar patógenos que podem deixá-lo doente. Como recomendado por órgãos de saúde, você precisa fazer as duas coisas. Em geral, se você estiver em casa e ninguém tiver saído de casa, basta lavar as mãos e limpar a casa regularmente, além da desinfecção diária das superfícies de constante toque, como controle remoto, chaves e mesas. Depois que alguém sair de casa e voltar, você precisará para limpar e desinfetar para matar qualquer vírus que possa ter entrado.

Concentre-se nas zonas quentes da casa

Embora o risco de transmissão seja maior de pessoa para pessoa, os cientistas demonstraram que o coronavírus, que causa o COVID-19, pode viver em superfícies por quantidades variáveis ​​de tempo. De acordo com a Harvard Medical School, “um estudo recente descobriu que o coronavírus COVID-19 pode sobreviver até quatro horas em cobre, até 24 horas em papelão e até dois a três dias em plástico e aço inoxidável”. Os especialistas também dizem que ainda não sabemos como o vírus e sua sobrevivência são afetados pela exposição à luz solar, calor ou frio.

Como ele pode sobreviver em superfícies, é por isso que você precisa desinfetar as áreas da casa com maior probabilidade de abrigar germes e vírus. É provável que esses pontos estejam nas áreas de alto tráfego da sua casa, movendo-se com frequência. Essas áreas de “toque alto” incluem:

– Maçanetas

– Superfícies de mesa e bancada

– Cadeiras de superfície dura

– Superfícies do banheiro

– Torneiras e registros de chuveiro

– Assentos e descarga de banheiros

– Interruptores

– Controles remotos da TV e vídeo game

– Telefones fixos e celulares

– Maçanetas, marcha e volante de carro

– Bolsas e mochilas

Os especialistas dizem que o ideal é limpar a área primeiro com água e sabão ou um spray de limpeza (para produtos não eletrônicos) e depois usar um desinfetante, seja um spray, uma solução alvejante ou um pano desinfetante. Sempre que limpar, use luvas descartáveis ​​ou luvas de borracha. Se você usar luvas de borracha reutilizáveis, quando terminar de limpar, lave as mãos com luvas primeiro, remova-as e lave as mãos.

Imagens: Reprodução

Como os designers do passado pensavam que nossas casas seriam hoje

10 quartos rosa e cinza perfeitamente combinados

Papel de parede: 10 ideias para deixar seu banheiro cheio de cor e poder

Tinta acetinada ou semibrilho? Como escolher o acabamento certo

O que é um desinfetante?

Como observamos, um desinfetante é uma substância que mata patógenos em uma superfície. Nem todas as toalhinhas antibacterianas funcionarão, porque bactérias e vírus são duas coisas diferentes. Você precisa verificar os rótulos dos produtos porque a maioria também é desinfetante. Ao borrifar uma superfície com desinfetante, deixe descansar por alguns minutos antes de limpá-la para dar tempo de matar o vírus. Alguns especialistas também sugerem deixá-lo secar ao ar, se possível, para obter a maior eficácia.

Alguns dos desinfetantes mais usados ​​são toalhinhas, lenços umedecidos, sprays, álcool isopropílico e peróxido de hidrogênio. Obviamente, junto com o desinfetante para as mãos, esses itens estão em alta demanda e escassa oferta nas lojas. Se você não conseguir encontrar produtos comprados na loja, ainda poderá fazer um bom trabalho em manter as superfícies importantes limpas e desinfetadas. Sabão, água e um pouco de produto desinfetante industrializado, como os multiuso, ajudam bastante a manter as coisas limpas. Além disso, você pode fazer sua própria solução de limpeza com água sanitária.

4 colheres de chá de água sanitária

1 litro de água

Esta mistura pode ser armazenada em um frasco de spray e usada em superfícies duras. Na maioria dos casos, usar alvejante é um exagero, mas é melhor que nada. Vale lembrar para nunca misturar alvejante com qualquer outra solução de limpeza e que pode descolorir algumas superfícies. Além disso, certifique-se de usar alvejante em uma área bem ventilada e use luvas de borracha para se proteger.

O que não funciona para matar o vírus?

Vodka e outras formas de álcool comum. Um mito inicial da internet era que bebidas alcoólicas poderiam ser usadas como desinfetante, mas pesquisas enfatizam que o produto possui apenas 40% de álcool etílico, em comparação com os 70% necessários para matar o vírus. A outra coisa que não funciona é o vinagre. Enquanto muitas pessoas fazem a limpeza com vinagre e bicarbonato de sódio para serem mais ecológicas, elas não são desinfetantes.

Lavar roupas matará o vírus?

Para a maior parte sim. Lavar suas roupas da maneira regular com a quantidade certa de sabão e secá-las em uma secadora quente é tudo o que você precisa fazer. Se alguém em casa estiver doente, desinfete o cesto de roupa suja e quaisquer outras superfícies em que a roupa suja possa ter tocado. E lave as mãos depois de manusear a roupa e evite tocar seu rosto até depois disso.

Como desinfeto o meu telefone?

Como você já sabe, os telefones celulares são super germes porque estão em todos os lugares que vamos, sempre os tocamos e os colocamos perto de nossas bocas, e poucas pessoas os limpam regularmente ou adequadamente. Se há um tempo para começar, é agora.

Usar um desinfetante é a maneira mais fácil e eficiente de limpá-la, e um pano com uma solução de álcool é a segunda melhor opção. É o mesmo para tablets também. Ao higienizar o telefone, retire a capinha, limpe a tela do telefone, todos os botões e a parte traseira do telefone. Em seguida, limpe o interior e o exterior capinha antes de colocá-la novamente no telefone. É uma boa ideia fazer isso diariamente, mas é particularmente importante quando você volta de uma ida ao supermercado, farmácia ou a qualquer lugar fora de casa.

Se você deseja limpar seu laptop, os especialistas dizem que uma solução de álcool é a sua opção. Alguns monitores de laptop são de plástico e o uso de um pano desinfetante pode ser prejudicial. Além da tela, limpe o teclado e as superfícies circundantes, bem como a parte externa. O mesmo vale para computadores desktop – só não se esqueça do mouse e do mousepad!

Espelho: 15 dicas para acertar na decoração e na funcionalidade

Dicas para criar um jardim de hortaliças dentro de casa

Casa ecologicamente correta para você construir por até R$ 40.000

Veja mansão de Gisele Bundchen que está a venda por R$150 milhões




arrow