Home office: 5 dicas para aumentar a vida útil da sua cadeira de trabalho -

Home office: 5 dicas para aumentar a vida útil da sua cadeira de trabalho

Como cuidar da cadeira do trabalho. Foto: Divulgação/ FK Grupo

A escolha de uma cadeira de trabalho, seja para o escritório ou para o home office, precisa ir além das noções de estética. Além de bonita e compatível com o estilo de decoração do espaço que vai recebê-la, ela deve ser confortável e, ao mesmo tempo, ergonômica, proporcionando bem-estar mesmo diante de um uso prolongado, como costuma ser durante uma jornada de trabalho.

Existem no mercado modelos de cadeiras de variados tamanhos, materiais, revestimentos, opções de encosto e apoio de cabeça, opções com e sem braços e com e sem rodízio. Quanto mais possibilidades de ajustes e recursos ergonômicos uma cadeira de trabalho oferecer, maior será o impacto sobre a produtividade e bem-estar no trabalho.

Como cuidar da cadeira do trabalho. Foto: Divulgação/ FK Grupo
Como cuidar da cadeira do trabalho. Foto: Divulgação/ FK Grupo

Há, no entanto, aquelas pessoas que preferem improvisar e trabalhar na cadeira da cozinha, sala de jantar, sofá ou até na cama, apoios inadequados que podem trazer sérios problemas à coluna.

Veja também:

O uso contínuo e prolongado, a exposição ao Sol e à poeira, a má conservação e hábitos de limpeza inadequados tendem a encurtar a durabilidade da cadeira de trabalho. Até mesmo a qualidade da peça e os materiais utilizados na composição são determinantes para uma maior vida útil deste móvel.

Listamos abaixo algumas dicas de conservação para manter a cadeira de trabalho mais bonita e funcionando corretamente por muito mais tempo.

1. Escolha design aliado à ergonomia e conforto

Os cuidados de conservação começam na compra. É preciso avaliar itens como o material e a durabilidade da cadeira, além do tipo de uso que ela terá. Para suportar utilização prolongada do assento, o móvel deve ter maior densidade de espuma, por exemplo. Neste caso, ela deve ter densidade entre 40 e 50 kg/m3.

Também deve-se considerar outros itens como conforto, ergonomia, regulagem, qualidade do produto e design, afinal, as cadeiras de escritório também fazem parte da decoração.

2. Siga as instruções do fabricante

Pode parecer uma obviedade, mas o fato é que muitas pessoas compram cadeiras de trabalho e passam por toda a vida útil deste móvel sem nunca ter lido qualquer instrução do fabricante sobre conservação/manutenção. O ideal é procurar saber tudo sobre a cadeira antes mesmo de comprar, mas não se esqueça de revisar tudo quando finalmente ter a sua em casa ou no escritório.

A qualidade do móvel pode ficar comprometida caso não sejam observadas as instruções de montagem, manuseio, limpeza e armazenamento indicadas pelo fabricante.

Verifique as indicações na etiqueta, caixa ou site de quem fabrica a peça. Um dos principais cuidados é manter o estofado longe de umidade excessiva, altas temperaturas, fogo e fagulhas. Pressionar a cadeira com força por um período prolongado em uma pequena área pode promover uma deformação permanente. Isso acontece quando uma espuma já não retornar mais à sua espessura original por uma compressão forçada e contínua.

font-weight: 400;”>Basta um descuido e você pode acabar estragando sua cadeira, portanto, evite utilizar objetos pontiagudos e cortantes próximos a este móvel. Também é preciso tomar cuidados com adornos de roupas (principalmente nas calças) e canetas, que podem estragá-la ou causar arranhões na estrutura.

Evite bater, prensar ou raspar as partes estofadas da cadeira. Nunca utilize secador de cabelo ou ferro de passar no móvel, pois o excesso de calor pode danificar a superfície. Deixe-a secar naturalmente em ambiente arejado sempre.

4. Todo cuidado é pouco na limpeza

Para limpar uma cadeira de trabalho, a dica é utilizar o aspirador de pó com cerdas macias na ponta, evitando esfregar o tecido. Essa é a maneira mais indicada para uma limpeza de rotina segura da cadeira.

Para remover manchas, o ideal é usar um pano de microfibra umedecido levemente com água e detergente neutro, evitando-se encharcar o tecido para não acumular água no móvel. A finalização deve ser feita secando-se a superfície da peça com um pano bem seco, que não solte fiapos. Depois, utilize uma escova para alinhar as fibras.

Veja também:

Para os revestimentos em couro animal e couro ecológico, existem no mercado alguns produtos especiais que limpam, hidratam e amaciam o material. Certifique-se de aplicá-lo com pano macio e sem utilização de água, para que o couro não desbote ou manche.

Já as partes em plástico injetado, normalmente localizados nos apoios de braço e na base, podem ser limpas com pano úmido e um produto de limpeza multiuso. Após a aplicação do limpador multiuso, passe um pano seco para evitar manchas. Para revitalizar o brilho, pode-se utilizar silicone em gel. Jamais utilize produtos à base de petróleo, pois eles podem danificar as partes plásticas.

Nas partes cromadas, é indicado que a limpeza seja feita com uma flanela seca ou pano macio, para evitar o acúmulo de sujeira e, consequentemente, aparecimento de ferrugem. Não utilize esponjas, objetos abrasivos, como escovas, ou produtos que contenham álcool ou solventes.

Para remover poeira e resíduos de telas e outras partes sensíveis, utilize escova limpa com cerdas macias ou espanador de pó. Em caso de derramar líquido acidentalmente, absorva o excesso com um papel toalha o mais rápido possível. Em seguida remova as manchas com pano de microfibra umedecido com água e detergente neutro, seque com pano bem seco que não solte fiapos e alinhe as fibras com uma escova de cerdas macias.

Para que os rodízios permaneçam deslizando normalmente, é necessário deixá-los sempre limpos. É comum acumularem resíduos como cabelo e poeira do dia a dia, e isso acaba interferindo no desempenho do rodízio. Para evitar que travem, use o aspirador de pó, uma lata de ar comprimido ou algum objeto que consiga alcançar o rodízio para remover a sujeira.

5. Evite exposição direta ao Sol

A exposição prolongada e direta ao Sol pode desbotar os tecidos e também alterar a propriedade dos estofados, deixando-os desidratados e ressecados, portanto, evite posicionar sua cadeira em ambientes externos ou deixar para secar diretamente no Sol.

Para remover germes e ácaros ou mesmo após a limpeza, o indicado é deixar a cadeira em um ambiente bem ventilado. É importante que o ambiente de trabalho esteja com uma temperatura agradável, a fim de garantir a preservação das características físico mecânicas das espumas, por exemplo.

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br






arrow