Movimento ‘Work in Nature’ (trabalhe na natureza) cresce entre profissionais que utilizam meios digitais, e influencia mercado imobiliário brasileiro. Mais de 10% das construções do país, de acordo com o CBCS (Conselho Brasileiro de Construção Sustentável), têm buscado certificações sustentáveis, como o home office no quintal.

Ter um espaço agradável e com boa infraestrutura para trabalhar em casa são requisitos que têm se tornado cada vez mais essenciais nos novos empreendimentos, especialmente com a disseminação do home office. Para se ter uma ideia, em 2020, cerca de 8,2 milhões (11%) de pessoas trabalharam remotamente de acordo com estudo da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Covid-19, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).