Cerca de 10.000 novas casas serão construídas em cima dos estacionamentos das lojas de departamento John Lewis. A marca estabelece planos para fornecer apartamentos e casas mobiliados no Reino Unido.

Após relatórios desanimadores sobre o prejuízo anual da empresa, bem como os efeitos persistentes do isolamento social, talvez não seja surpresa que a marca de loja de departamento John Lewis esteja se expandindo para um novo mercado.

Foto: Jack Hobhouse

Relatórios sugerem que as primeiras casas John Lewis serão construídas no sudeste da Inglaterra. No entanto, a empresa diz que pode eventualmente construir em novos locais, bem como converter parques de estacionamento pré-existentes.

Veja também:

A marca permitirá que os residentes peçam peças de sua linha de produtos ou tragam seus próprios. A John Lewis já experimentou o aluguel de móveis em colaboração com a Fat Llama, cobrando dos clientes uma taxa mensal pelo empréstimo de uma variedade de peças. A versão piloto do esquema provou ser excepcionalmente popular, com toda a coleção alugada dentro de 48 horas do lançamento.

Mais detalhes sobre quem projetará o novo portfólio de propriedades da marca ou quando as primeiras casas estarão disponíveis são escassos. No entanto, a empresa disse que tem “grandes ambições” para ajudar a resolver o déficit habitacional do Reino Unido.

Veja também: