Casa é uma pirâmide invertida e você não imagina o motivo; saiba o porquê

Casa é uma pirâmide invertida e você não imagina o motivo; saiba o porquê

Uma casa na Espanha tem um formato bem inusitado: o imóvel forma uma pirâmide invertida. Ao ver a foto do projeto, fica difícil imaginar como isso é possível e qual o motivo de uma construção tão diferente.

O escritório de arquitetura de Tóquio Takei Nabeshima propôs uma pirâmide invertida feita de concreto, como se surgisse do solo, para o projeto Solo Houses na região de Matarraña, na Espanha.

O projeto de Tóquio tem três andares diferentes e uma piscina encravados na montanha. A forma de pirâmide da casa tem um propósito: providenciar sombra como a de uma árvore, algo bem-vindo no clima mediterrâneo da região.

O empreiteiro francês Christian Bourdais entregou a missão do projeto a 11 firmas diferentes de arquitetura pelo mundo para desenvolverem projetos de casas de férias no local.

Para o arquiteto líder do projeto Makoto Takei, a casa, que deve ficar pronta no próximo ano, é uma “construção em algum lugar entre a natureza e a arquitetura”. Você concorda?

Veja também: Verdade ou mentira? Veja projetos de arquitetura inacreditáveis pelo mundo

 

Veja também

+ Mudaram as regras para compra de carro para PCD; veja como ficou

+ Carol Nakamura compartilha projeto de sua mansão de R$ 2 milhões; veja

+ 20 passos simples para dar uma cara nova para sua casa

+ Você acha Gracyanne Barbosa sarada? É quer nunca viu a médica Chinesa Yuan Herong

+ Relógio de R$ 3 milhões de Faustão é inspirado em supercarro da Bugatti; veja

+ Dicas fáceis de como limpar panela queimada

+ Enio Mainardi, publicitário e pai de Diogo Mainardi, morre de covid-19

+ Quarto feminino: 6 dicas que você precisa saber antes de planejar o seu

+ 4 passos fáceis para limpar o espelho com produto caseiro

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Veja cinco coisas que provocam mau cheiro em cães e saiba como combatê-las

+ Fazer o bem alivia dores físicas e mentais, aponta estudo




arrow