Plafons: conheça mais sobre essas peças versáteis para a iluminação de casa -

Plafons: conheça mais sobre essas peças versáteis para a iluminação de casa

Muito comum nas casas brasileiras, os plafons são artigos de iluminação versátil, com diversos modelos, aplicações e que combinam praticamente com todos os ambientes do lar.

Para responder as principais dúvidas sobre os plafons, apresentamos algumas informações importantes sobre esse item, que é um dos mais procurados no quesito iluminação, em razão de atender facilmente as necessidades do dia a dia. Confira!

Plafons de embutir ou sobrepor, qual escolher?

Na hora da compra, muitas pessoas têm dúvidas para escolher o melhor modelo. Os plafons de embutir, como o próprio nome diz, deve ser inserido no forro, de forma total ou parcial. Por ter essa aplicação que exige o corte da superfície, normalmente a peça é utilizada quando existe um forro rebaixado, em especial os feitos de gesso. Por esse motivo, a sua aplicação se torna um pouco mais cara e difícil, em comparação ao mesmo modelo de sobrepor. Porém, como resultado, há um visual mais clean e com menos obstruções visuais.

Plafons de embutir e de sobrepor em ambientes do projeto da arquiteta Pati Cillo |Foto: Emerson Rodrigues

Já o plafon de sobrepor possui uma aplicação mais simplificada, que apenas exige a ligação dos fios e a fixação da luminária no teto. Isso evita trabalhos de recortes e acabamentos, permitindo que a peça possa ser utilizada diretamente na estrutura da laje dos espaços. Sua aplicação é mais fácil, no entanto, normalmente fica limitada aos pontos de luz já previstos em projetos. Afinal, para acrescentar novos pontos é necessário quebrar a laje e utilizar uma fita eletrificada, o que dificulta o processo de reforma. Também possui maior obstrução do campo de visão do que a versão embutida, o que dificulta a combinação entre a iluminação com o restante da decoração.

Plafons de embutir em projeto de Robert Robl |Foto: Thiago Travesso

Sua instalação é fácil?

Para os embutidos com LED integrado, a instalação é fácil e rápida. Basta desligar a corrente elétrica, preparar a superfície por meio de medições, posicionamentos e recortes do gesso, seguido da conexão dos fios e drivers, e da inserção do plafon para então realizar o teste do produto.

Veja também:

No caso de plafons de embutir com lâmpadas, a instalação acontece da mesma forma. Porém, diferentemente do modelo anterior, devemos introduzir lâmpadas na luminária antes de realizar o teste da instalação. Além disso, ao contrário do modelo anterior, o driver (ou fonte) da luz fica localizado dentro da própria lâmpada, facilitando manutenções caso a luz pare de funcionar. Existem no mercado também modelos de sobrepor, em que não são necessários recortes da superfície, uma vez que a aplicação é feita sobre o teto.

Plafons técnicos ou decorativos?

Os modelos técnicos são aqueles com visual mais neutro e minimalista, além de ter o foco maior na funcionalidade. São peças que combinam com diversos tipos de projetos – residenciais, comerciais ou corporativos. Já os decorativos também cumprem o papel de iluminar bem, mas costumam ter um design mais chamativo para o lar ou áreas sociais de prédios e empresas. Por isso, é necessário saber combiná-lo corretamente com o estilo da decoração.

Exemplos de plafons de sobrepor nos estilos técnico e decorativo | Divulgação: Yamamura

Tipos de Luz

Os plafons geralmente apresentam iluminação indireta ou difusa, mas há também alguns modelos com luzes mais focadas, que possuem aplicações diversas para dar destaque e valorizar o interior dos ambientes.

Temperatura de Cor

Quando falamos sobre temperatura de cor, o tipo ideal sempre vai variar de acordo com o gosto e hábitos do morador. No entanto, existe uma recomendação a respeito daquilo que é utilizado como base para projetos luminotécnicos. Para ambientes de descanso, como salas de estar, jantar e dormitórios, é usual a aplicação de plafons com efeitos de luz indireta, além de luzes com temperaturas de cor branco quente (2400K a 3000K), pois evidenciam a sensação de conforto e acolhimento no espaço.

Veja também:

Quando se trata de home office e outros ambientes com atividades de maior atenção, como cozinhas e lavanderias, o ideal é pensar em modelos de luminárias com efeitos de luz direta e difusa, além de temperatura de cor neutra (4000K) ou branco fria (5000K a 6500K). No entanto, existem modelos técnicos de luz direta e focada que são usuais para trazer o destaque de uma determinada área ou objeto, nesse caso, essas peças são curingas para todos os ambientes e situações.

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada







arrow