Sala de estar: descubra qual é a melhor forma de decorar com dicas de expert -

Sala de estar: descubra qual é a melhor forma de decorar com dicas de expert

Neste projeto da arquiteta Karina Korn, a sala de estar recebeu tons neutros, deixando o ambiente mais acolhedor e intimista | Foto: Eduardo Pozella

A sala de estar, além de ser um ambiente perfeito para descansar, também faz as vezes de uma área de convivência. Em tempos de pandemia, ganhou também a função de alocar o home office em muitas casas.

Com tantas funções, a sala de estar precisa receber uma atenção especial na decoração e na disposição dos móveis. Cuidados com as escolhas das cores, revestimento e objetos são importantes na hora de deixar o cômodo com a personalidade dos moradores.

Neste projeto da arquiteta Karina Korn, a sala de estar recebeu tons neutros, deixando o ambiente mais acolhedor e intimista | Foto: Eduardo Pozella
Neste projeto da arquiteta Karina Korn, a sala de estar recebeu tons neutros, deixando o ambiente mais acolhedor e intimista | Foto: Eduardo Pozella

Para a arquiteta Karina Korn, o mobiliário de toda a sala precisa ser resistente e confortável, independente do estilo do cliente. “O que pode mudar aqui é o tipo de móvel, que varia entre sofás, poltronas e cadeiras, mas todos precisam trazer muito conforto”, completa.

Veja também:

A arquiteta compartilha outras dicas importantes para esse planejamento. Confira:

1) Iluminação

Para definir o sistema de iluminação que será utilizado, deve-se analisar qual será a função daquela sala e quais serão os materiais, revestimentos e mobiliários presentes no espaço. Dessa forma, o morador consegue compreender o que deseja destacar. “Por exemplo, se o acabamento for mais escuro, ele vai absorver luz, então, precisamos de um sistema mais completo”, explica Karina. Em relação ao tom das luzes, a amarela é mais acolhedora, auxiliando na atmosfera de uma ambiência convidativa, gostosa e amigável.

2) Objetos

Itens diversos ou peças de arte que possuam um valor sentimental ganham destaque nesse quesito. Para a arquiteta, objetos que fujam disso podem gerar estresse e também certa desordem na casa. “Além disso, é fundamental saber medir e equilibrar os pontos de decoração, de maneira a não pesar no contexto visual do espaço”, declara.

Nesta sala projetada em uma casa de praia, os moradores optaram por um décor com as cores do mar, como o azul presente em quadros e objetos, e também da areia, evidenciado nos sofás e piso | Foto: Celina Germer

3) Espaços compactos

Ao planejar um espaço compacto, é essencial resguardar alguns cuidados com relação aos móveis. Salas pequenas necessitam de uma boa circulação, como também objetos dispostos de forma prática e funcional para que não pareçam ainda menores. “Ao escolher uma mesa de centro, aconselho investir em modelos reduzidos. Assim, a área de circulação não fica apertada e a passagem não é inviabilizada”, discorre a arquiteta Karina Korn.

4) Pisos ideais

A escolha do piso é um dos pontos primordiais na hora de planejar uma sala de estar. Além de colaborarem com a decoração, devido a seus infinitos estilos e cores, também contribuem para uma manutenção mais simples e rápida. O vinílico, por exemplo, é ótimo para quem tem pet ou criança em casa, uma vez que é mais fácil de limpar, assim como o porcelanato.

Veja também:

Mas apesar de apresentarem essa praticidade, a arquiteta reafirma a sua preferência por pisos de madeira. “Eles são lindos e quentinhos, propiciando um conforto maior nos dias mais frios”, conta. O único ponto que pode pesar de forma contrária está relacionado à sua manutenção, que demanda um cuidado maior.

O piso desta sala de estar foi revestido com madeira rústica, contrastando com a leveza os demais tons aplicados por Karina Korn | Foto: Elisa Soveral

5) Tapetes

Os tapetes podem colaborar, e muito, para fechar o décor com chave de outro. Eles compõem o projeto como um todo e podem ser empregados de diferentes formas. Em casas mais modernas, é possível combinar mais de um tapete em um mesmo ambiente, seja pela distribuição dos móveis ou até pela sobreposição das peças. Além disso, seu emprego denota a identidade dos espaços e também dá um toque a mais de conforto e funcionalidade. “Caso os moradores sofram com algum tipo de alergia, evitamos os felpudos, que tendem a acumular mais poeira”, completa a Karina.

Neste projeto, o tapete escolhido acompanha a mesma gama de cores do sofá e da mesa de centro. Almofadas e outros itens da decoração, como o elemento na parede, foram aplicados para trazer cor ao espaço | Foto: Luis Gomes de Souza

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada







arrow