TECLA: a primeira casa 3D a ser impressa totalmente a partir de argila

TECLA: a primeira casa 3D a ser impressa totalmente a partir de argila

Casa 3D TECLA

Seria a TECLA a solução perfeita para os problemas de moradia do mundo? Conheça a primeira casa 3D de argila do mundo, da empresa italiana Mario Cucinella Architects.

Buscando encontrar uma solução inteligente para as crises crescentes de moradia no mundo, mas sem perder de vista a importância da sustentabilidade, a empresa italiana Mario Cucinella Architects viu-se, então, com um grande projeto em suas mãos. Conheça a TECLA, o primeiro protótipo de casa 3D de argila do mundo.

Casa 3D TECLA
Imagem: WASP

Nos últimos anos, tem se observado um aumento no número projetos de casas e comunidades totalmente impressas em 3D. A grande promessa é que isso geraria menores custos e uma redução drástica no tempo de construção de um imóvel. Por exemplo, na Rússia, uma casa 3D de 37 m² foi completamente impressa em um total apenas de 24 horas, em 2017.

Veja também:

+ Casa de 140 metros quadrados feita em impressora 3D está à venda em NY. Saiba mais!

+ Você pode comprar um apartamento feito em uma impressora 3D. Confira!

+ Esses vasos de abóbora impressos em 3D vão deixar suas suculentas no clima do Halloween

Argila: vantagens e desvantagens

Quarto TECLA
Imagem: Mario Cucinella Architects

Mas, enquanto esses outros projetos utilizaram-se de concreto ou de outros materiais sintéticos, a TECLA é a primeira de sua categoria a ser totalmente impressa somente a partir de terra, água, fibra de arroz e aglutinante. Esse grande diferencial de construção é essencial para criar casas em locais precários, rurais ou que possuam pouca acessibilidade a recursos.

Entretanto, imprimir uma casa de argila também apresenta certas desvantagens, pois a construção com esse tipo de material é muito mais lenta do que, por exemplo, com concreto. A TECLA levou 200 horas para ser erguida e mais diversas horas para que a argila secasse por completo. Isso acontece devido ao clima da região, que pode variar, dependendo do local geográfico. Além disso, a altura da casa também fica limitada, devido ao uso de argila em sua construção.

Solução para crises globais de moradia

Casa 3D TECLA
Imagem: Iago Corazza/CNN

Porém, esse conceito tem se mostrado como uma solução viável para os problemas de moradia mundiais. Em 2015, a ONG “Habitat for Humanity” estimou que cerca de 1,6 bilhão de pessoas não têm acesso a moradia digna. “Você pode construir esse tipo de residência em uma diversidade muito maior de lugares, se você não é dependente de um tipo específico de produto”, explica o fundador da empresa, Mario Cucinella.

Veja também:

+ Deserto da Califórnia será primeiro bairro dos EUA somente com casas impressas a partir de R$ 3 milhões

+ Estas casas impressas em 3D vão abrigar famílias de baixa renda

+ Impressão 3D: você precisa ver esta nova casa minúscula da Amazon

Conheça a TECLA

Casa 3D TECLA
Imagem: Iago Corazza/CNN

A impressora 3D utilizada nessa tarefa foi a Crane WASP, responsável pela construção do protótipo de 60 m². A TECLA trata-se de um conjunto de duas áreas circulares que se unem ao centro e que possuem claraboias para garantir o maior aproveitamento de luz natural. A casa 3D inclui também uma área de estar, um quarto e um banheiro. Além disso, todos os seus móveis também foram totalmente criados a partir da mesma impressora 3D que a casa, com exceção das portas e janelas.

Casa 3D sustentável

Comunidade sustentável
Imagem: Mario Cucinella Architects

Cucinella acredita que a impressão 3D a partir de materiais orgânicos possa ser uma excelente ferramenta para que a Europa consiga atingir sua neutralidade climática até 2050. Segundo um relatório da ONU, de 2020, cerca de 38% das emissões de carbono na atmosfera são responsabilidade do setor de construção imobiliário.

Cucinella alega que a TECLA é uma alternativa concreta de moradia sustentável, pois todo seu exterior é biodegradável e que também requer bem menos energia fóssil do que a construção de uma moradia convencional. “Quando nós falamos sobre sustentabilidade, acho que também precisamos levar em conta o processo de construção, que consome e também emite grandes taxas de CO₂”, explica o CEO.

Projeto TECLA
Imagem: WASP

Atualmente, a TECLA está passando por testes estruturais e térmicos — essenciais, antes que o projeto possa ser expandido. Mas, se esse projeto de casa 3D chegar a ser, de fato, produzido em largas escalas, Cucinella afirma que ficaria mais do que feliz de morar em uma delas, pois transmitem um clima caseiro, mas histórico ao mesmo tempo. “Você tem a sensação de algo antigo, que não deixou ser esquecido pelas memórias”, finaliza o criador.

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site www.decorstyle.ig.com.br

Veja também:

+ Descubra as maiores tendências de cozinha que estão bombando em 2021

+ Cozinha afetiva: dicas e inspirações para uma decoração que exalta as memórias

+ A “Moto do Ano 2021” na Alemanha

+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok

+ Conheça o iate de luxo de Giorgio Armani: ele mesmo projetou e custa R$ 330 milhões

+ Cozinhas coloridas: veja dicas essenciais para apostar em projetos alegres, modernos e joviais

+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’

+ Bruna Lombardi posta foto nua aos 68 anos

+ Bruna Marquezine posa de biquíni no Copacabana Palace. Confira as fotos!

+ Os 3 signos mais sensitivos do zodíaco

+ Os ‘Sapatos de Satanás’ do rapper Lil Nas X conterão uma gota de sangue humano

+ O bico do seu p… é rosa? Juliana Caetano, responde a fã de maneira ousada







arrow