De uns tempos para cá, a cozinha ganhou ainda mais protagonismo nos lares – e não é para menos! Mais do que um local de preparo de refeição, é nela que podem acontecer encontros e conversas regadas a um bom vinho. Por isso, é essencial escolher o formato que melhor atende aos gostos e necessidades da família.

“Existem diversos tipos de cozinha, cada formato com sua funcionalidade, determinados pela planta do imóvel ou em reformas posteriores. Para escolher o tipo ideal, é essencial pensar nas medidas do ambiente e no estilo de vida dos moradores”, indica a arquiteta Ieda Korman.

Veja também:

Confira diversas dicas e inspirações sobre os principais modelos de cozinha:

Cozinha Linear

Para esse projeto com cozinha compacta, Ieda e Carina Korman optaram pelo formato linear. Foto: JP Image

Segundo Ieda e Carina Korman, a cozinha linear é o tipo ideal para apartamentos pequenos. “Isso porque ela ocupa menos espaço, mantendo-se prática em seu manuseio”, apontam as arquitetas. Como o nome já diz, esse tipo de cozinha se configura em uma linha reta, em que o fogão, pia e geladeira ficam alinhados sobre uma bancada – o que também a faz perfeita para ambientes estreitos. “Para aproveitar mais o espaço, armários superiores ou prateleiras são ótimas opções”, diz Carina Korman.

Cozinha em Ilha

Projeto de loft do Korman Arquitetos utilizou cozinha em ilha. Foto: JP Image

Apesar de muito amada, a cozinha em ilha é aquela que demanda mais espaço. Ainda assim, é uma bela opção para ampliar e integrar ambientes. Nela, existem normalmente duas bancadas de trabalho – uma encostada na parede, e outra paralela e solta no meio do ambiente, chamada de ilha. “A ilha pode assumir diferentes funções, desde uma bancada de refeições e até apoio para o trabalho, recebendo cooktop e exaustor”, indica Ieda Korman. Segundo as profissionais do Korman Arquitetos, o essencial é se atentar à circulação do espaço. “É importante deixar ao menos 80 cm livres no entorno da ilha, para que a circulação e uso dos equipamentos não sejam comprometidos”, explicam.

Cozinha em U

Para essa casa de praia, as profissionais optaram pela cozinha em U. Foto: Gui Morelli

Muito funcional e com a circulação fácil e bem distribuída, a cozinha em U é perfeita para ambientes amplos e utiliza três paredes para apoiar as bancadas. “Uma de suas vantagens é possibilitar diversas superfícies de trabalho, com todos os setores da cozinha próximos”, diz Ieda Korman. Além disso, é possível dispor diversos armários e gaveteiros no projeto, deixando tudo em seu devido lugar.

Cozinha em L

A cozinha em L desse projeto de Carina e Ieda Korman ganhou até mesmo banquetas, para refeições rápidas. Foto: Gui Morelli

Ótima para otimizar ao máximo o espaço, a cozinha em L prioriza a circulação e funciona em espaços pequenos, pois aproveita bem os cantinhos do ambiente. “O ideal é apostar em móveis sob medida para esse tipo de cozinha, aproveitando cada centímetro”, explicam. Seu formato em L também permite liberar espaço para uma pequena mesa de refeições, por exemplo, transformando o ambiente em uma copa-cozinha.

Veja também:

Foto de destaque: JP Image

Fique por dentro de nossas notícias na página do DecorStyle no Facebook ou no nosso site  www.decorstyle.ig.com.br